SANTO DO DIA: SÃO PAULO DE TARSO

SANTO DO DIA: SÃO PAULO DE TARSO

Saulo, como era chamado, nasceu no ano 10 em Tarso, na atual Turquia, filho de pais judeus, que gozavam dos privilégios da cidadania romana. 

Seu pai, Eliasar, era um homem forte, instruído, tecelão, comerciante e legionário do imperador Augusto, enquanto sua mãe era dona de casa responsável pela formação e educação de Saulo. 

Aos 15 anos, foi enviado para Jerusalém por seus pais para estudar latim, grego e hebraico, na Escola de Gamaliel, que possuia uma rigorosa educação religiosa fundamentada na doutrina dos fariseus. uma vez que estes desejavam torná-lo um grande Rabi.

O Santo destacava-se por sua oratória fluente e cativante, com uma voz forte e agradável, que atraia os colegas, sem passar despercebido por Gamaliel, seu exigente professor.

Saulo, era contra o Cristianismo, combatendo-o e perseguindo aos cristãos. Um dos que sofreu com suas perseguições, foi São Estevão, que acabou apedrejado e morto. 

A caminho de Damasco, se assustou com uma luz “mais forte e mais brilhante que a luz do Sol”, que desceu dos céus e o fez cair de seu cavalo. Naquele instante, ouviu a voz de Jesus pedindo para que parasse de persegui-Lo e aos cristãos e começasse a segui-lo junto de seus apóstolos, pregando sua Palavra e ensinamentos. Saulo percebeu que havia ficado cego e precisou da ajuda de seus companheiros para chegar a cidade de Damasco.

Na cidade, Jesus lhe recomendou que permanecesse lá por alguns dias, pois receberia uma revelação importante. Teve uma experiência profunda de transformação e conversão durante 3 dias, cego e sem se alimentar ou beber. 

Saulo teve uma visão em que Ananias, um velho e respeitado cristão da cidade, o curava de sua cegueira. No mesmo momento, o cristão também havia tido a mesma visão.  Ao entender o que precisava fazer, Ananias foi ao encontro de Saulo e, colocando as mãos sobre sua cabeça, fez Saulo voltar a enxergar. Saulo se converteu, na mesma hora, pedindo para ser batizado por Ananias. Recebeu o nome de Paulo e tornou-se grande apóstolo de Jesus, pregador de sua Palavra. 

O episódio de sua conversão atraiu muitos que o buscavam e se convertiam a partir de sua evangelização e pregações. Foi perseguido e preso algumas vezes.

São Paulo faleceu no ano 67, em Roma, aos 57, sendo martirizado.

São Paulo de Tarso, rogai por nós!