SANTO DO DIA: SÃO GUILHERME DE BOURGES

SANTO DO DIA: SÃO GUILHERME DE BOURGES

São Guilherme nasceu na França, proveniente de uma família bastante religiosa. Seus pais, os Condes de Nevers e seu avô Pedro, um conhecido eremita, fizeram com que sua educação fosse fortemente religiosa.

Desse modo, sempre mostrava o desejo da vida religiosa e, por isso, não tardou para entrar para a vida religiosa, tornando-se monge. Foi considerado o principal pregador da Palavra de Deus na Primeira Cruzada.

Mais tarde, foi nomeado bispo de Bourges, e por seu exemplo de vida, com seu coração caridoso que buscava sempre ajudar aos pobres, era modelo e espelho para muitos.  

Assim como seu avô, que optou pela vida solitária, Guilherme foi viver, primeiramente, com os monges de Gradmont e, depois, foi para a Ordem Cisterciense. Por sua grande espiritualidade e sabedoria, foi eleito abade de Pontigny, seguido de Fontaine-Jean, até tornar-se abade de Chaalis.

Em 1200, após uma enorme discussão para eleger o sucessor do arcebispo de Bourges, o bispo de Paris, Otto, foi nomeado para assumir a diocese. Porém, depois de muita oração, São Guilherme foi eleito para ocupar o cargo a partir de um sorteio, contrariando sua vontade.

Como arcebispo, participava ativamente da vida diocesana. Seu exemplo de vida, com seu coração caridoso que buscava sempre ajudar aos pobres, era modelo e espelho para muitos. Por essa razão, foi escolhido como patrono da Universidade de Paris e também da França.

Combateu, através da oração, a heresia dos albigenses, que negava a existência de um Deus único e o dogma da Santíssima Trindade, além de ensinar que a salvação dos homens vinha pelo conhecimento e não pelo sacrifício de Jesus Cristo e da fé em Deus. O Santo converteu até os hereges mais fanáticos.

São Guilherme faleceu em 1209, quando se preparava para sair numa Cruzada.

São Guilherme de Bourges, rogai por nós!